ANP autoriza Petrobras a parar produção em 14 concessões

19/07/2016
<p id="texto_ler" style="margin-bottom: 15px; padding: 0px; border: 0px; font-size: 13px; font-family: arial; vertical-align: baseline; line-height: 18px;"></p><p style="margin-bottom: 10px; padding: 0px; border: 0px; font-weight: inherit; font-style: inherit; font-size: 13px; font-family: inherit; vertical-align: baseline; text-align: justify;">A Petrobras obteve autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para interromper a produção em 14 concessões, sendo 13 em terra e uma em mar, e em 16 plataformas, por até um ano, por inviabilidade econômica, informou a autarquia nesta quinta-feira (14).</p><p style="margin-bottom: 10px; padding: 0px; border: 0px; font-weight: inherit; font-style: inherit; font-size: 13px; font-family: inherit; vertical-align: baseline; text-align: justify;">Segundo a agência reguladora, a solicitação foi motivada pela recente e brusca mudança da conjuntura externa à concessionária, incluindo a queda de preços do petróleo, a desvalorização do real, a perda de grau de investimento do país e problemas enfrentados com fornecedores nacionais.</p><p style="margin-bottom: 10px; padding: 0px; border: 0px; font-weight: inherit; font-style: inherit; font-size: 13px; font-family: inherit; vertical-align: baseline; text-align: justify;">Procurada pelo <b>G1</b> para comentar o pedido de suspensão de produção, a Petrobras não se manifestou até a última atualização desta reportagem.</p><p style="margin-bottom: 10px; padding: 0px; border: 0px; font-weight: inherit; font-style: inherit; font-size: 13px; font-family: inherit; vertical-align: baseline; text-align: justify;">A possibilidade de interrupção da produção, devidamente motivada e autorizada pela ANP, está prevista em contratos.</p><p style="margin-bottom: 10px; padding: 0px; border: 0px; font-weight: inherit; font-style: inherit; font-size: 13px; font-family: inherit; vertical-align: baseline; text-align: justify;">Caso no fim do prazo de interrupção da produção a petroleira não tenha vendido os ativos ou tenha constatada a inviabilidade econômica do retorno da produção, deverá dar início ao processo de terminação antecipada dos contratos de concessão.</p><p style="margin-bottom: 10px; padding: 0px; border: 0px; font-weight: inherit; font-style: inherit; font-size: 13px; font-family: inherit; vertical-align: baseline; text-align: justify;"><b>Veja as concessões com produção interrompida:</b><br>TERRA:<br>Aguilhada: Sergipe<br>Angelim: Sergipe<br>Aruari: Sergipe<br>Atalaia Sul: Sergipe<br>Brejo Grande: Sergipe<br>Ilha Pequena: Sergipe<br>Fazenda Matinha: Bahia<br>Fazenda Santa Rosa: Bahia<br>Pedrinhas: Bahia<br>Quererá: Bahia<br>Rio da Serra: Bahia<br>Rio Pojuca: Bahia<br>Rio São Mateus Oeste: Espírito Santo</p><p style="margin-bottom: 10px; padding: 0px; border: 0px; font-weight: inherit; font-style: inherit; font-size: 13px; font-family: inherit; vertical-align: baseline; text-align: justify;">MAR:<br>Agulha: Rio Grande do Norte</p><p style="margin-bottom: 10px; padding: 0px; border: 0px; font-weight: inherit; font-style: inherit; font-size: 13px; font-family: inherit; vertical-align: baseline; text-align: justify;"><b>Plataformas </b><br>A ANP autorizou a interrupção temporária da produção por 12 meses das plataformas PXA-2, PAG-1, PAG-2, PAG-3, PUB-15, PARB-3, PPE-3, PCM-05, PCM-06, PCM-07, PCM-08, PCM-09, PGA-2, PGA-7 e PGA-8, determinando a apresentação de estudos para retorno à produção até 1º de maio de 2017.<br><br>Foi autorizada ainda a interrupção da produção da plataforma POUB-02 (Concessão de Oeste de Ubarana), devendo o programa de desativação da unidade ser apresentado à ANP até 31 de agosto de 2016.</p><p style="margin-bottom: 10px; padding: 0px; border: 0px; font-weight: inherit; font-style: inherit; font-size: 13px; font-family: inherit; vertical-align: baseline; text-align: justify;"><b>Veja onde ficam as plataformas com produção interrompida:</b><br>Por estado:<br>PAG-1, PAG-2, PAG-3, PUB-15, PARB-3, PPE-3: Rio Grande do Norte<br>PXA-2: Ceará<br>PCM-05, PCM-06, PCM-07, PCM-08, PCM-09, PGA-2, PGA-7 e PGA-8: Sergipe<br>POUB-02: Rio Grande do Norte</p><p style="margin-bottom: 10px; padding: 0px; border: 0px; font-weight: inherit; font-style: inherit; font-size: 13px; font-family: inherit; vertical-align: baseline; text-align: justify;">Por campo:<br>PAG-1, PAG-2 e PAG-3: Campo de Agulha<br>PUB-15: Campo de Ubarana<br>PARB-3: Campo de Arabaiana<br>PPE-3: Campo de Pescada<br>PXA-2: Campo de Xaréu<br>PCM-05, PCM-06, PCM-07, PCM-08, PCM-09: Campo de Camorim<br>PGA-2, PGA-7 e PGA-8: Campo de Guaricema<br>POUB-2: Campo Oeste de Ubarana</p><p></p><p id="autor" style="margin-bottom: 20px; padding: 5px; border: 0px; font-size: 13px; vertical-align: baseline; line-height: 18px;"><b>Autor:</b> Do G1 <br><b>Fonte:</b> Do G1<br>Fonte: http://www.onortao.com.br/noticias/anp-autoriza-petrobras-a-parar-producao-em-14-concessoes,71838.php</p>

A Petrobras obteve autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para interromper a produção em 14 concessões, sendo 13 em terra e uma em mar, e em 16 plataformas, por até um ano, por inviabilidade econômica, informou a autarquia nesta quinta-feira (14).

Segundo a agência reguladora, a solicitação foi motivada pela recente e brusca mudança da conjuntura externa à concessionária, incluindo a queda de preços do petróleo, a desvalorização do real, a perda de grau de investimento do país e problemas enfrentados com fornecedores nacionais.

Procurada pelo G1 para comentar o pedido de suspensão de produção, a Petrobras não se manifestou até a última atualização desta reportagem.

A possibilidade de interrupção da produção, devidamente motivada e autorizada pela ANP, está prevista em contratos.

Caso no fim do prazo de interrupção da produção a petroleira não tenha vendido os ativos ou tenha constatada a inviabilidade econômica do retorno da produção, deverá dar início ao processo de terminação antecipada dos contratos de concessão.

Veja as concessões com produção interrompida:
TERRA:
Aguilhada: Sergipe
Angelim: Sergipe
Aruari: Sergipe
Atalaia Sul: Sergipe
Brejo Grande: Sergipe
Ilha Pequena: Sergipe
Fazenda Matinha: Bahia
Fazenda Santa Rosa: Bahia
Pedrinhas: Bahia
Quererá: Bahia
Rio da Serra: Bahia
Rio Pojuca: Bahia
Rio São Mateus Oeste: Espírito Santo

MAR:
Agulha: Rio Grande do Norte

Plataformas 
A ANP autorizou a interrupção temporária da produção por 12 meses das plataformas PXA-2, PAG-1, PAG-2, PAG-3, PUB-15, PARB-3, PPE-3, PCM-05, PCM-06, PCM-07, PCM-08, PCM-09, PGA-2, PGA-7 e PGA-8, determinando a apresentação de estudos para retorno à produção até 1º de maio de 2017.

Foi autorizada ainda a interrupção da produção da plataforma POUB-02 (Concessão de Oeste de Ubarana), devendo o programa de desativação da unidade ser apresentado à ANP até 31 de agosto de 2016.

Veja onde ficam as plataformas com produção interrompida:
Por estado:
PAG-1, PAG-2, PAG-3, PUB-15, PARB-3, PPE-3: Rio Grande do Norte
PXA-2: Ceará
PCM-05, PCM-06, PCM-07, PCM-08, PCM-09, PGA-2, PGA-7 e PGA-8: Sergipe
POUB-02: Rio Grande do Norte

Por campo:
PAG-1, PAG-2 e PAG-3: Campo de Agulha
PUB-15: Campo de Ubarana
PARB-3: Campo de Arabaiana
PPE-3: Campo de Pescada
PXA-2: Campo de Xaréu
PCM-05, PCM-06, PCM-07, PCM-08, PCM-09: Campo de Camorim
PGA-2, PGA-7 e PGA-8: Campo de Guaricema
POUB-2: Campo Oeste de Ubarana

Autor: Do G1 
Fonte: Do G1
Fonte: http://www.onortao.com.br/noticias/anp-autoriza-petrobras-a-parar-producao-em-14-concessoes,71838.php

Orçamento
*
*
*
*
*
*
*
Ligue Grátis
0800.0521004
Localização
Garantia e Qualidade
Passafaro - Referência em Qualidade e Bons Serviços.
Redes Sociais
Fone: (44) 3268.1004
[email protected]
Rua Aluízio Nunes Costa, 525 - Parque Industrial - Maringá - PR - Brasil
© Todos os Direitos Reservados à Passafaro